A VERDADE SOBRE OS SONHOS

Neste shiur de referência legítima judaica no assunto de sonhos, o Rabino Avraham Chachamovits traz uma abordagem ampla e singular. Além do material judaico autêntico, principalmente baseado no santo Zohar e no Talmud, o rabino traz insights psicológicos inovadores sobre a origem, natureza e desdobramentos dos sonhos, suas espécies e funções. O shiur aborda a parashá Mikêts, quando Yossêf, filho do patriarca Ya’acov, interpretou com total maestria o sonho do Faraó do Egito. Com um enfoque profundo sobre a simbologia dos sonhos, o Rabino Avraham explica também conceitos que se tornaram clássicos na psicologia Junguiana. Além do enfoque psicológico, também são revelados aspectos espirituais sobre os sonhos de origem angelical e demoníaca. Certamente, todos que buscam esclarecimentos verdadeiros sobre este assunto tão importante e misterioso precisam ouvir e estudar esta aula inusitada.

(Recomenda-se também os áudio-shiurim da série “A CABALÁ DOS SONHOS“, e o texto “RETIDÃO NOS SONHOS“).

Música: O Bostoner Rebe shlit”a, Ma’oz Tzur (מעוז צור), na Sétima noite de Chanuká em Goivat
Pinchas, Har Nof (Israel), Chanuká 5774.

tzedakah

BEHAR: “A MÍSTICA DO SHABAT”

Um vórt (“breves palavras de Torá”) sobre o Vayicrá 25:2, parashá Behar 5774.

Nota: este shiur (avançado) da parashá Behar (5768) foi encontrado na parashá Bamidbar 5774 (em 19-05-2014). O Rabino Avraham disse: “Ele estava perdido bamidbar [‘no deserto’], mas sua fagulha brilhou em Iyar e foi assim resgatado, baruch Hashem”.

tzedakah

BECHUCOTAI: “PARTE DA SOLUÇÃO OU DO PROBLEMA”

PALAVRAS CHAVES: A tsedacá/caridade, é necessário porém não suficiente só estudar Torá, a prática das mitsvót (“mandamentos”), alinhamento com D-us depende do cumprimento das mitsvót, se fixar no estudo de Torá sem prática é (quase) como heresia, o problema do acadêmico no Judaísmo, intelectualização arrogante e o auto-sistema de crença, a admoestação desta parashá sobre não cumprir o desejo de D-us, a Torá é nossa “aliança” espiritual com Hashem, o erro do teórico, tikún (“retificação”), a pessoa que anda na Torá ajuda a retificar o mundo, Yesód: o “conector” espiritual entre o mundo físico e o espiritual, Yesód é o justo: a fundação do mundo, a causa do caos no mundo, alinhamento espiritual e as bênçãos, a interrupção da luz e a dor do homem, comportamentos errados: criando caos no mundo, klipót (“forças do mal”), os julgamentos de Íma/Binah, o subjugar da misericórdia, o aumento dos julgamentos aumenta a discórdia entre as pessoas, os atos corretos/mistvót subjugam os julgamentos, o jugo Divino, a escravidão dos desejos, os preconceitos da vida secular, a tsedacá salva da morte, Nôach unificou as luzes das sefirót, trazendo Mashiach, teshuvá (“retorno a D-us”), a tsedacá “adoça” os decretos Divinos, se preocupando com fazer o que é certo, a “doce” Era de Mashiach.

tzedakah

SUCÓT

Um shiur místico do Rabino Avraham sobre a festa de Sucót, baseado no seu livro: “A Bondade para Avraham”, pág. 500. O grande zelo e amor do Rabino Avraham pelos ba’alei teshuva – judeus fazendo seu retorno espiritual a uma vida digna de Torá e mitsvót – se revela mais ma vez nesta aula de luz intensa.

PALAVRAS CHAVES: O Nome Divino Shak-dai, a águia e seus filhotes, o limite da apreciação da realidade, o mundo que o homem construiu, Elokim tem o valor numérico de HaTevah (“A Natureza”), o resgate da espiritualidade, a “Cortina”, erros no julgar da realidade, tsimtsumim (“restrições e ocultações da luz”), a “sensação” de independência de Hashem, o sublinhar – as causas e essências – da realidade é Ele somente, a fagulha Divina que tudo sustenta, a deficiência na fé, o prazer espiritual, felicidade na Torá, matê ve’ló maté (tocar, mas não tocar), a oscilação da consciência, desejo de retorno à santidade, “erguendo” a cortina espiritual, a busca interior por ligação com Hashem, o vazio existencial do “consumismo”, os disfarces da sociedade sem Hashem, emulando Hashem através da “inversão do seu desejo”, o altruísmo, se submetendo a kedusha (“santidade”).

tzedakah

HISTÓRIAS CABALÍSTICAS 4

Três histórias místicas narradas e comentadas pelo Rabino Avraham, ligadas à festa de Sucót. O tema central são os atos dos tsadikim (“justos”) e suas tefilót (“orações”). A primeira história é sobre o Rebe de Nadvorna, a segunda sobre o Rebe Pinchas de Koritz, e a terceira sobre o Rebe Meír de Premishlan.

tzedakah

SHA’ARÊI KEDUSHA – Aula 01

O Sha’arêi Kedúsha (“Portais da Santidade”) foi escrito pelo cabalista, o Rabi Chayim Vital (1543-1620), de abençoada memória – o discípulo principal do maior mestre da Torá e Cabalá do milênio, o Ari”zal. Esta obra extraordinária e inspiradora contém instruções e aconselhamentos para uma vida de grande santidade, a qual em última instância, busca elevar a pessoa para merecer receber Rúach HaKódesh (“Inspiração Divina”). Através das tradução, elucidações e comentários do Rabino Avraham Chachamovits, esta obra singular é finalmente aberta para a língua portuguesa, permitindo que todos que buscam crescer na Torá aqui aprendam e se inspirem, apressando assim a vinda do único Mashiach em breve, amém.

tzedakah

HISTÓRIAS CABALÍSTICAS 3

Três histórias místicas narradas e comentadas pelo Rabino Avraham, ligadas à festa de Purim. O tema central é como as ações aqui em baixo – no nosso mundo físico – geram respostas espirituais no Alto que reverberam aqui.

tzedakah

HISTÓRIAS CABALÍSTICAS 2

Uma rica história mística contada (e comentado no final) pelo Rabino Avraham sobre o grande mestre o Ba’al Shem Tov que salva o Reb Motle, quem precisa de muita ajuda para fazer teshuvá, o tribunal celestial, e as artimanhas do Sámech-Mém.

tzedakah

HISTÓRIAS CABALÍSTICAS 1

A primeira história trata de assuntos da Justiça Divina que é sempre Midah Kenégued Midah (“Medida por Medida), de Tikunim (“Retificações”) e do Gehinôm (“Inferno”). A segunda história trata de uma importante missão espiritual que o mestre maior da Cabalá, o Ari”zal, designa a dois de seus maiores alunos: o Rabi Chayim Vitál e o Rabi Israel Serúg. Certamente estas histórias contadas e comentadas pelo Rabino Avraham Chachamovits trarão nova inspiração para o ouvinte que deseja aumentar a sua fé em Hashem e no desejo verdadeiro de se ligar à Torá.

tzedakah

TUDO POR NADA 2

O Rabino Avraham Chachamovits traz um rico e intenso discurso cabalístico sobre o poder do livre arbítrio, o rompimento da moralidade, a ilusão de que “o prazer só existe na transgressão”, as diferenças entre uma pessoa que nasceu em um família religiosa Judaica e um Ba’al Teshuva, os julgamentos Divinos para transgressões inadvertidas ou não, a transformação da pessoa através do seu alinhamento com as Leis de D’us e deste modo, o desenvolvimento verdadeiro das suas percepções sobre as realidades espirituais. A aula procede com insights profundos sobre a estrutura do crescimento espiritual e o imperativo da pessoa não se permitir estagnar espiritualmente. A vivacidade de exemplos leva o aluno ávido a entender os mistérios da Torá a novos graus de percepção. Realmente, uma série mística muito importante para o crescimento espiritual.

tzedakah

TUDO POR NADA 1

A cegueira do homem no discernimento das coisas do mundo é uma doença espiritual. O reconhecimento desta verdade implica no início da cura. Assim, se torna vital a compreensão do estado de doença espiritual que nos aflige, que é o “exílio de nossa consciência”, ou seja, a falta de percepção das verdades espirituais. Nesta aula, o Rabino Avraham Chachamovits explica a importância da pessoa se refinar e assim se tornar um “recipiente espiritual” adequado para receber a luz da Torá. Somente desta maneira ela poderá de fato se iluminar. A dificuldade e até mesmo a recalcitrância da pessoa à iluminação é explicada através dos ensinamentos do Ari”zal sobre o Shevirat HaKelim, a “Quebra dos Recipientes” espirituais de Tohu – um assunto muito místico e um dos pilares da Cabalá do Ari”zal. O Rabino Avraham explica também aspectos do tema sobre as “Fagulhas Divinas” – outro pilar da Cabalá do Ari”zal – e como a pessoa precisa agir para elevá-las e assim contribuir para o processo de Tikun HaOlam, “A Retificação do Mundo”, apressando assim a revelação única e verdadeira do Mashiach em breve, amém.

tzedakah

REENCARNAÇÃO

O conceito de reencarnação jamais foi popularizado em tempos antigos. Os cabalistas, mestres do entendimento da Sabedoria Divina, somente tratavam deste assunto entre eles mesmos, e alusões em diversos comentários da Torá indicam exatamente este desejo dos mestres em ocultá-lo. Entretanto, em nossa geração este tópico tornou-se algo de comum conhecimento no mundo. Obviamente, a chamada “popularização” provocou misturas indevidas deste assunto sagrado com o profano, gerando assim confusão e erros fundamentais sobre a visão Judaica dele. Quando a ignorância prevalece, temos freqüentemente pessoas sem conhecimento autêntico e correto que mal representam e corrompem o pensamento Judaico sobre reencarnação em particular e sobre a Cabalá em geral. E por tudo isso e no espírito de encorajar a fé e assim causar a Teshuvá (“retorno” espiritual uma vida digna), o Rabino Avraham Chachamovits compartilha agora com o público geral os seus conhecimentos singulares sobre este tópico tão profundo e esotérico. Neste shiur gravado em 7 de Nissan 5769 (01/04/2009), pela primeira vez na língua portuguesa, o assunto judaico de reencarnação é tratado com os pré-requisitos necessários para que possa ser entendido melhor de acordo com os santos rabinos de nossa herança. Certamente, os conceitos aqui apresentados são extraordinários, e levarão o ouvinte a um novo grau de experiência mística judaica legítima, fomentando o desejo em seus corações por uma ligação mais profunda com Hashem, amém.

tzedakah

A CABALÁ DOS SONHOS 1

Como a Torá explica os sonhos através de sua dimensão mística da Cabalá? Serão todos os sonhos de mesma origem espiritual? A informação recebida em um sonho é sempre confiável? Quais são as influências espirituais que podem afetar o sonho? O tipo de pessoa que você é e o seu nível espiritual é relevante para os seus sonhos? Todos os dias são iguais para se sonhar? Como se proteger de sonhos negativos? Por que acordamos agitados depois de um sonho? Nas aulas aqui registradas, tão repletas de insights raros, intensos e profundos sobre os sonhos, o Rabino Avraham Chachamovits revela pela primeira vez na língua Portuguesa a verdadeira origem dos sonhos. Baseado no Talmud e nos textos místicos da Cabalá, o ouvinte certamente se espantará com os assuntos aqui tratados.

Com a intenção de que cada um busque uma verdadeira teshuvá (o retorno espiritual a D-us e Sua Torá), este ciclo de aulas certamente ajudará no no crescimento em temor a D’us. E como ensinam os mestres da Torá, aquele que possui temor a D-us será recompensado com a humildade; e o que possui humildade será recompensado com o estado da graça. E quem atinge um grau de graça é designado como anjo!

tzedakah

A VERDADE SOBRE A REENCARNAÇÃO

Nesta grande aula, o Rabino Avraham Chachamovits aborda primeiramente assuntos referentes à própria autenticidade do assunto de Guilgulêi HaNeshamót/Reencarnação. Historicamente, muitos já questionaram arrogantemente se o assunto santo da reencarnação é parte legítima da Torá  Isto é apenas produto da grande ignorância que impera e em particular das posições de anti-semitas, que durante as gerações sempre buscaram descredibilizar os Sitrêi Torá/Segredos da Torá de uma maneira ou outra, além de outras manifestações de sua agenda real. Após a exposição histórica e fundamental sobre estes assuntos sagrados, a aula adentra a essência da reencarnação de acordo com a Cabalá do Ari”zal. E toda esta iluminada exposição busca explicar a profundidade do passúk/verso Ki lô al haléchem levadô yichiyê ha’adám ki al kol motsá pi Hashem, “Que nem só de pão vive o homem, senão que de tudo o que sai da boca do Eterno, disso vive o homem” – Deuteronômio 8:3 (Parashá Êkev).

Eis uma aula muito importante e reveladora sobre reencarnação, que certamente tem o poder de imbuir o ouvinte com um grau maior de responsabilidade espiritual, permitindo também a sua contribuição para o apressar da era Messiânica, em breve amém.

tzedakah

CONVERSAS MÍSTICAS 3

Através do pensamento científico, aprendemos que salvo nas equações teóricas avançadas, o tempo se adianta sempre, e nada pode afetá-lo ou controlá-lo. Entretanto, a Cabalá explica as possibilidades de controle da dimensão do tempo há milênios. Nesta aula inovadora, o Rabino Avraham Chachamovits explora a possibilidade real de avançarmos todos em nosso grau espiritual através do uso da bondade.

A segunda aula examina várias questões sobre a “religião” que mais ganha força no mundo: o “Securalismo Fundamentalista”. De retórica materialista e anti-espiritual na essência, ela ofende a todas as pessoas no mundo que buscam viver vidas morais e dignas. Ainda que não uma religião formal, ela é sim marcada pela postura existencial rebaixada e tão prevalecente em um mundo que hostiliza a D-us. Certamente estas aulas ajudarão a erguer a consciência daquele que se abrir a este recebimento, facilitando assim um novo grau de sua percepção sobre seu papel no mundo, e a iminente era do Mashiach que se aproxima rapidamente, amém.

tzedakah

CONVERSAS MÍSTICAS 2

O tema central dos dois shiurím (“aulas”) desta continuação da série “Conversas Místicas” é o assunto dos testes. Todos nós somos testados por D-us, sempre de uma maneira particular e que tem como objetivo nos refinar. Nestas aulas, o Rabino Avraham Chachamovits busca elucidar com sensibilidade e insights da Torá, tanto o assunto geral dos testes Divinos bem como, na segunda aula, a postura existencial que a pessoa precisa ter para sobrepujá-los. Os temas destas aulas se desdobram sempre com precisão e “força mística”, e abordam inclusive a função Messiânica de passarmos pelos inúmeros testes de nossas vidas, muitos deles extraordinários. Graças a mais esta difusão da Torá em sua interpretação mística da verdadeira e única Cabalá, o ouvinte tem mais uma vez a oportunidade de entender estes assuntos sublimes que tanto se confundem em um mundo hostil à espiritualidade. Deste modo ele poderá ganhar luz para sua vida ajudando assim a iluminar o caminho para a vinda do Mashiach, e que isso ocorra muito em breve, amém.

tzedakah