NOÉTICOS: AMBIENTE HOSTIL

Recentemente encontrada, este é um shiur extraordinário para Noéticos. Com uma grande lucidez e sensibilidade, o Rabino Avraham discursa sobre as dificuldades de ser um ben/filho ou bat/filha Nôach no Brasil.

PALAVRAS CHAVES: A “estrutura espiritual” noética, Limpando a alma, resoluções emocionais noéticas, conversão e seus testes, judaísmo não é proselitista, solidão, a “baixeza” intelectual-espiritual do país, o foco emocional, ausência de comunidades noéticas, falhas educacionais noéticas, o serviço a D-us demanda disciplina, povo indisciplinado, falta de humildade, entorno hostil no Brasil, o desprezo à elevação espiritual/falsidades e desvios noéticos na Internet, erros básicos, Daniel: o serviço a Hashem precisa ser com disciplina, “infecção” de valores negativos, a necessidade de disciplina no serviço da Torá, força intelectual constante, sistema educacional medíocre e mediocrizante, potencial do Brasil é muito grande, fragmentação/falta de consistência no DNA cultural, o crime chamado: “jeitinho”, não existem atalhos, aqui no Brasil imperam os atalhos, o ambiente local é repleto de pessoas que vendem atalhos, adversidades (culturais, sociais e morais) e espirituais para afirmar que “Eu vou fazer tudo o que for ao meu alcance para o meu crescimento espiritual verdadeiro de acordo com a Torá”, indivíduos raros e preciosos.

tzedakah

QUEM SÃO OS BNÊI NÔACH?

PALAVRAS CHAVES: Noéticos e a ligação com Nôach, o mabúl (“dilúvio”), diferenças com o Judaísmo, o código universal de comportamentos morais, o crescimento espiritual da humanidade, harmonia entre os povos, a origem dos movimentos noéticos, a renúncia da fé idólatra, as sete leis e os “iluminados” seculares, não se trata de uma religião ou com rituais judaicos, os desvios através de rituais e expressões culturais judaicos, anti-religiosidade noética e o antissemitismo, erros noéticos, pseudo-judaísmo e a formação de cultos, graves distorções, a mensagem de retidão dos noéticos, aperfeiçoamento humano e as leis fundamentais noéticas, os perigos dos cultos, os Bnêi Nôach ajudam os Judeus no aumento de consciência sobre Hashem, o Lubavitcher Rebe, a nova realidade judaica e os noéticos, a difusão da mensagem noética, o valor maior da retidão.

tzedakah

O CASAL NOÉTICO

Esta aula inovadora revela a origem profana de vários dos conceitos “populares” sobre o amor e as relações, responsáveis na mentalidade secular da destruição do casamento e famílias, como é bem sabido e documentado. Além disso, a aula trata com didática e sensibilidade assuntos profundos sobre a visão Judaico do casamento e como ela é aplicável aos Noéticos também. Uma aula de extremo valor moral e família, buscando reconstruir a estrutura da família para os indivíduos das Nações do mundo que já entendem que a Torá é a Sabedoria de D-us e é vital se alinhar aos Seus desejos para se viver com dignidade e retidão.

tzedakah

SOBREVIVENDO ÀS FESTAS IDÓLATRAS

Gravado na primeira noite de Chanuka, esta aula do Rabino Avraham Chachamovits iluminada explica para os Noéticos como lidar com o ambiente predominantemente idólatra do país, principalmente no período da festas religiosas pagãs. Uma aula sensível e vital para todos que buscam de fato se alinhar com as leis de D-us, ajudando assim a retificação deste mundo.

tzedakah

TECNOLOGIA A SERVIÇO DE D-US

Aula final do vídeo-seminário de 7 aulas para Bnêi Nôach (vídeos disponíveis neste site na seção apropriada). Ela trata do assunto da tecnologia como uma ferramenta atual que pode e deve ser usada para o crescimento do indivíduo, se parâmetros específicos de Torá são respeitados.

tzedakah

FILHOS E A EDUCAÇÃO NOÉTICA 1 & 2

AULA 1

Nesta aula dedicada às questões sobre os filhos e a educação Noética, o Rabino Avraham desbrava assuntos inéditos no pensamento deste grupo tão especial no mundo. A aula se inicia com aspectos mais místicos da “agenda oculta” que fomenta as disfunções e degenerações educacionais que assolam grande parte do sistema tradicional de educação não-judaica. A aula então prossegue tratando de assuntos de uma ordem mais “externa”, ou seja, ligados aos possíveis modelos da educação Noética sejam estes com incentivos particulares ou através do Estado. Considerações profundas são feitas também sobre a problemática do isolamento e ausência de comunidades Noéticas no Brasil que poderiam dar devido suporte a educação diferenciada e sancionada pela Torá para os Bnêi Nôach. Certamente um material de extrema valia para todos que valorizam seu caminho Noético e desejam cuidar de suas almas e dos seus filhos queridos também, aprendendo um pouco mais como sobreviver neste mundo tão hostil a D-us.

AULA 2

O primeiro seminário sobre FILHOS E A EDUCAÇÃO NOÉTICA tratou de assuntos “externos”, ou seja, temas ligados às questões de comunidades Noéticas e suas dificuldades, isolamento, possível participação de interesses privados e do Estado no curriculum Noético, diferenças nas escolas laicas privadas e públicas e seus problemas etc. Nesta aula é examinado assuntos de ordem “interior”, ou seja, aspectos do conteúdo da informação laica/secular e sua influência negativa – psicológica e psíquica – na formação do caráter dos filhos Noéticos e algumas soluções, se D-us quiser. Uma aula fundamental para todos que se preocupam com a situação degenerada da informação disponível a todos em particular às crianças e os jovens.

tzedakah

ECOLOGIA NOÉTICA

Esta aula fundamental explica com profundidade a obrigação Noética com a Ecologia. O Rabino Avraham Chachamovits explora de forma inédita a mitsvá (“mandamento”) da proibição de Êiver min hachái (“comer parte ou todo de um animal que está ainda vivo”) e as suas derivações com a Ecologia. Mais ainda, o Rabino Avraham explica a relação das ações de Nôach/Noé como uma metáfora da relação da Providência Divina com toda a humanidade. Nôach representa a humanidade e ele cuida com respeito e dignidade do meio ambiente e os seres vivos, do mesmo modo que a Providência Divina cuida da humanidade e de fato, de toda a criação. Inúmeros insights novos são apresentados nesta aula iluminada e imperdível para todo indivíduo das nações que ama Hashém e deseja estar alinhado à Sua Torá.

tzedakah

CABALÁ E MEDITAÇÃO PARA AS NAÇÕES 3

Nossos sábios da Torá explicam que a essência de D-us é descrita como sendo “Um, Singular, e Única”. Assim, a unicidade absoluta de D-us é o pilar fundamental do monoteísmo da Torá. Entretanto, uma vez que D-us é incompreensível para nossas mentes finitas, podemos somente se relacionar com Ele através das Suas manifestações, as quais usualmente exibem pluralidade – tais como a Sua transcendência e imanência, etc. Nesta intensa aula, o Rabino Avraham Chachamovits adentra estas manifestações plurais para explicar como a consciência monoteísta é aquela que reconhece unicamente a verdadeira origem destas manifestações: no Um D-us indivisível. E contrariamente, as Nações não-judias têm intrínseca dificuldade com esta unicidade absoluta, implicando em uma “consciência caída” e que precisa ser retificada. E o único remédio para esta tendência inata de perceber D-us como uma pluralidade, seja qual for o caso e grau deste politeísmo, é para o não-judeu ligar a sua consciência aos ensinamentos universais da Torá, pois a Torá e D-us são Um.

Certamente, é através do elevar da consciência dos povos do mundo sobre a unicidade absoluta de D-us que ajudará muito a apressar a nova era Messiânica, muito em breve em nossos dias, amém.

tzedakah

CABALÁ E MEDITAÇÃO PARA AS NAÇÕES 2

Nesta segunda aula baseada desta série o Rabino Avraham Chachamovits explica assuntos muito profundos da Cabalá do Ari”zal. O cerne desta aula é a definição inquestionável sobre a unicidade absoluta de D-us, a despeito da aparência de pluralidade do ‘Um D-us’. Esta aparência decorre do processo de criação e da nossa própria inabilidade de existir na infinita Presença do Todo Poderoso. Para iluminar a causa desta aparência de pluralidade, o Rabino Avraham adentra o conceito de Tsimtsúm – da “contração” da Luz Divina.

Uma aula muito profunda, que trará o ouvinte para um grau mais elevado de consciência sobre D-us, algo tão necessário para o inaugurar da era do único Mashiach, e que isso ocorra ainda em nossos dias, amém.

tzedakah

CABALÁ E MEDITAÇÃO PARA AS NAÇÕES 1

Sensível à crescente necessidade de material cashér a fim de contribuir com o crescimento espiritual dos Bnei Nôach de língua portuguesa, o Rabino Avraham Chachamovits inaugura aqui uma série completa de aulas baseadas no livro “Kabbalah and Meditation for the Nations”, do renomado Rabino Yitzchak Ginsburgh.

Nesta primeira aula, a relação entre os princípios da fé codificados pelo Rambam (“Maimônides”) e as 7 Leis dos Bnei Nôach é examinada. Com isso, novos insights sobre o trabalho espiritual dos Bnei Nôach surgem, fortificando assim a sua própria estrutura formal e divina. Certamente uma contribuição vital que abrirá novas fronteiras de devoção a D-us, e apressará também a vinda do Mashiach em breve, amém.

tzedakah

NÃO BLASFEMAR

Duas aulas importantíssimas sobre Birchat (Kilelat) HaShem, literalmente “abençoando” o Nome Divino, ou seja, implicando (na proibição) da blasfêmia, e assim, na importância de respeitar e louvar a D-us e os Seus Nomes santos. Além disso, este assunto vital e que abranje muitas outras dimensões, faz parte direta do crescimento espiritual da pessoa, seja ela um membro dos Bnei Nôach ou Bnei Israel . A grande riqueza dos assuntos aqui apresentados emana do fato de que “falar” é litaralmente um poder espiritual da alma. E o tratamento místico do Rabino Avraham Chachamovits sobre este mandamento Divino e assunto fundamental traz insights preciosos, que são sempre inseridos nas questões práticas da vida de cada um. Certamente, todo indivíduo que se diz membro dos Bnei Nôach precisa escutar e entender estas aulas.

tzedakah

NO FIO DA NAVALHA

Nestas duas aulas dedicadas aos Bnei Nôach, o Rabino Avraham Chachamovits traz, em um fluxo de pensamento, várias questões vitais para a “sintonia fina” da consciência Noética, com ênfase no estudo diário das partes apropriadas da Torá para este grupo especial no mundo. Os assuntos abordam temas que buscam elevar a consciência do Bnei Nôach sobre sua vivência em um mundo secular e muitas vezes hostil a D-us. Estas considerações podem muito contribuir tanto para a melhor compreensão do caminho Noético bem como para evitar as armadilhas ocultas do entorno que os Noéticos vivem. Aulas importantes para o desenvolvimento espiritual Noético e assim, para ajudando apressar a vinda do único e verdadeiro Mashiach, em breve, amém.

tzedakah

DIA À DIA 2

Nesta aula, o Rabino Avraham Chachamovits apresenta um complexo fluxo de consciência abrangendo vários assuntos pertinentes tantos aos Bnei Nôach como aos judeus. Aqui são tratados comportamentos variados de todo o dia, que urgem retificação. É somente através da conscientização dos valores da Torá que todos que buscam se ligar a D-us podem atuar neste mundo de maneira reta e digna. Esta aula, assim como tantas outras, tem este como objetivo central, e que é resumido na ideia de que absolutamente tudo precisa ser feito com propósito (tachlít, em Hebraico), com razão espiritual. E quando a pessoa age com propósito espiritual da Torá, ela se torna partícipe no processo de revelação da luz de no mundo, e no apressar a vinda do único e verdadeiro Mashiach, amém.

tzedakah

DIA À DIA

Os virtuosos caminhos ainda pouco explorados pelos Bnei Nôach demandam grande força de investigação espiritual na Torá para se desenvolverem. Lições vitais precisam ser entendidas, e os desdobramentos de uma vida Noética analisados com rigor da Torá. Isto significa que, a consciência Noética precisa ser “trabalhada” de modo a se retificar e permitir incorporar os princípios básicos das 7 Leis de Noé em sua profundidade maior – a sobrevivência em um mundo hostil a D-us e Suas leis. E com este intuito elucidador que o Rabino Avraham Chachamovits, busca ensinar os Bnei Nôach.

A primeira aula aborda o assunto da falsa aparência de simplicidade que sublinha uma vida Noética. Isto é muito importante diante da altíssima contaminação dos valores completamente não Noéticos que a sociedade secular exibe e aplaude. Em geral e devido a várias razões, o entorno dos Noéticos encontra grande intersecção com estes valores corruptos, podendo assim confundir os Noéticos em seu caminho santificado. Por isso a necessidade de um real crescer da consciência Noética de cada um que busca este caminho santificado da Torá – de um salto qualitativo. Uma profunda aula sobre os perigos da hipocrisia religiosa, para judeus e Bnei Nôach.

A segunda aula explora a mitsvá negativa (a proibição) chamada de Eiver min ha’chai (“Não comer uma parte do animal vivo”). Aqui é explicado em detalhes aspectos não conhecidos sobre esta proibição, ao estabelecer a necessidade para os Bnei Nôach de conhecerem e cuidarem da carne ingerida, que deve ser cashér – de acordo com preceitos da Torá. Além disso, a aula adentra outros aspectos que surgem como oportunidades para os Bnei Nôach promoverem suas retificações espirituais. Certamente aulas que muito ajudarão este grupo raro e precioso a crescer e ajudar a retificação do mundo, apressando assim a vinda do único Mashiach em breve, amém.

tzedakah

FUNDAMENTOS

Com o crescimento mundial do movimento dos B’nei Nôach, ou “Noéticos”, se torna vital que os rabinos estudiosos deste assunto tão importante contribuam para que este crescimento se dê sempre de acordo com a Torá, evitando assim possíveis disfunções. Os erros mais comuns são o do desejo dos Noéticos, que afinal não têm uma liturgia e expressão cultural definidas, de integrarem algo do Judaísmo. Enquanto que isso parece ser algo louvável, na verdade, não se trata de uma necessidade implícita na aceitação do Código Universal dos Noéticos. Estas e outras definições são parte do árduo trabalho de crescimento correto que os Noéticos precisam se ater, em conceito e prática.

Nesta aula, o Rabino Avraham Chachamovits aborda com foco e originalidade, a origem e fundamentos do movimento Noético. Com explicações claras e pertinentes em nossos tempos, a aula trata inclusive de guiar os B’nei Nôach em relação aos seus comportamentos diante das religiões que antes eles pertenciam. Temos nesta aula mais um pequeno “tijolo” da parede da retificação do mundo, pois na medida em que os Noéticos entendem sua parceria com o Povo Judeu, podemos apressar a vinda da era Messiânica, e que seja muito em breve, amém.

tzedakah

CAMINHOS DE RETIDÃO

As Sete Leis de Noé demonstram como o D-us todo poderoso tem regras e leis para todos os seres humanos e que Ele ama a todos. Ele não deixa ninguém, Judeu ou não-Judeu sem liderança. Para o não-Judeu, Ele deu os Sete Mandamentos. O grande codificador da Lei Judaica, o Maimônides, afirma que “Quem quer que dentro das Nações cumpra os Sete Mandamentos para servir a D-us pertence aos Justos entre as Nações, e tem sua porção no Mundo Vindouro”. Apesar de existirem muitas razões para um não-Judeu cumprir as Leis de Noé – pois a pessoa percebe que elas são pilares da moralidade e apelam a seu intelecto ou senso de justiça – para se tornar um Ben Nôach (Filho de Noé), ele precisa, essencialmente, seguir estas leis e suas ramificações, pois ele reconhece que elas foram reveladas por D-us (Hashem) através de Moisés aos filhos de Israel no Monte Sinai.

Nesta introdução inovadora, o Rabino Avraham Chachamovits ilumina e estabelece os parâmetros para um não-Judeu se ligar à Torá. De modo forte e inspirador, esta lição deixa claro a estrutura moral, filosófica, e espiritual para que os B’nei Nôach cresçam espiritualmente, desenvolvam sua consciência sobre as verdades espirituais, e ajudem os Judeus na vital missão de apressar a revelação do único e verdadeiro Mashiach, muito em breve em nossos dias, amém.

tzedakah

APRENDENDO A APRENDER

Esta aula trata das bases necessárias de disciplina, envolvimento e consciência para que a pessoa almejando seguir o caminho Noético se torne realmente um recipiente minimamente adequado para receber o entendimento da Torá. Sem este esforço de estruturação do seu caráter e foco mental trazido aqui de através de inúmeros conselhos e reflexões profundas do Rabino Avraham, o aluno aspirante a Noético se fecha em seu orgulho e falta de discernimento natural e acaba prejudicando ou até encerrando o seu contato inicial com D-us. Portanto, esta é uma aula vital para todo aquele que busca se firmar nos caminhos da Torá e crescer em seu aperfeiçoamento humano, se D-us quiser.

tzedakah