VAV

Em mais um shiur brilhante desta série histórica de anos atrás, o Rabino Avraham Chachamovits traz de modo inusitado, muita Torá profunda e ciência.

Ver resenha do título ÁLEF.

PALAVRAS CHAVES: A letra Vav e o início da Criação, duas dimensões: interna e externa, o Vav é o conector fundamental da realidade, diferenciação: a dimensão externa do Vav, as hierarquias espirituais e físicas, a interrelação entre as coisas: a dimensão interna do Vav, “inter-inclusão”, lógica Divina e os circuitos elementares na ciência e tecnologia, a primeira posição do Vav na Torá, a presença do Vav nas palavras sa Torá, o Vav como “pilar”, a realidade anti-D’us deste mundo, se aproximando de Hashem pela ciência, o limite do pensamento racional, a visão da humildade, os “barulhos” mentais que atrapalham a conexão com Hashem, a visão do Talmud sobre os “pilares que sustentam a humanidade, o modelo de “doze pilares” do Sêfer Yetsirah, o “Big Bang”, o modelo de “sete pilares”, três dimensões do espaço mais algo o tempo passado (um aspecto da dimensão do tempo), explicações sobre a realidade que se desdobra constantemente do passado, o “rio do tempo”, o que é o “presente”?, o futuro e o modelo de “um pilar” que sustenta o mundo, o Tikkún Olám (“Retificação do Mundo”), trazendo Mashiach e a “ansiedade messiânica”, o seis dias da Criação, a duração do mundo, a união do Céu e da Terra.

tzedakah

EXPANSÃO CEREBRAL – PARTE 2

Esta aula do Projeto Conexões é a segunda do assunto de expansão da consciência. Nesta aula especial, o Rabino Avraham Chachamovits explora com grande cuidado o assunto de intelecto makif ou transcendente, e pnimi ou imanente. A aula revela as profundas dinâmicas do recebimento da sabedoria através de fluxos Divinos, o chamado ruach HaKódesh (“inspiração Divina”). Verdadeiramente, toda pessoa que busca crescer espiritualmente, com sinceridade, precisa assistir esta aula, pois o crescer do conhecimento sobre D-us é um prenúncio da era do único Mashiach, que virá em breve amém.

Gravado em 20 de Sivan 5770 (01/06/2010)

tzedakah

RAIO-X DO CAOS

Um shiur lúcido do Rabino Avraham sobre a natureza do caos, suas manifestações na cultura, educação e moralidade. O shiur prossegue com uma leitura e explicação da introdução “Os iníquos fazem um cerco aos íntegros” (pág. 17), do livro “Cuidado! Sua alma pode estar em perigo”.

PALAVRAS CHAVES: parashá Toledot, o patriarca Ya’acov representa a retificação, Essáv representa a força do caos/ao lado do Mal, imaturo/estagnado é igual ao mal, objetivo da vida é a retificação, a necessidade de orientação para a retificação, a busca de vida e os assuntos de retificação, a constante presença do “Eu”, a inteligência do Mal, o orgulho limita a lucidez, o autolimite dos parâmetros racionais que a pessoa tanto confia, a busca pela auto-satisfação, os “charlatões espirituais” a auto-ajuda, o comércio religioso, locais nefastos de “estudo” mirando nos adolescentes, a cognição e os erros espirituais, Essáv é uma grande força “desagregadora”, o uso da força do caos nos “recipientes” retificados do bem, buscando dominar a iêtser hará (“má inclinação”), o caos ético-moral, problemas educacionais seculares, palavras e conceitos muito negativos alimentando as crianças seculares, desenhos sórdidos e bizarros, o “disfarce” da sítra áchra (“o lado do mal”), considerações sobre o pensar sem foco no divino, crítica à “filosofia” (chakirah), insanidade, a adaptação biológica ao caos, se afastando do caos, crescendo em humildade, a Torá é o “mapa” da retificação, a remoção das falhas de caráter..

tzedakah

ACHARÊI MÓT

PALAVRAS CHAVES: O “contínuo da moralidade”: a kedusha (“santidade”) e a tumah (“impureza”), a necessisade de ter fé e de se afastar da tumah, quanto mais tumah menor o da’at (“entendimento”), a injunção de Hashem para o Povo Judeu: Kedoshim Tihiyú (“Sejam santos”), arayót: as expressões sexuais proibidas pela Torá, uniões sexuais não sancionadas implicam em ligação com o lado do Mal, nidah: uma questão _estritamente_ judaica, a gravíssima impureza de todas as relações sexuais proibidas, equivalência aos rituais idólatras de sacrifícios de crianças.

Infelizmente, devido a um falha na técnica na gravação, o shiur termina após 12 minutos intensos. No mesmo tópico, recomenda-se os shiurim: “Relações Sexuais Proibidas“, “Retificações Sexuais” e “Papéis Trocados“.

tzedakah

METSORA

PALAVRAS CHAVES: A fala no grau físico é relativa à fala celestial, malchut, Shechinah (“Presença Divina”), falando palavras de Torá, o exílio da Shechinah, o sêder histalshelut, a fala profana alimenta o lado do Mal, o Rebe Zúsha de Anipóli, cuidado no falar, galút ha-dibúr (“o exílio da fala”), o pidiyón (“resgate”) para a gueulah (“redenção”), os pedidos de clemência, a lei espiritual de midah k’négued midah (“medida por medida”), transgressões da lei de Hashem incorrem nas correções celestiais, a justiça divina é “temperada” pela misericórida divina, não teriamos como sobreviver uma realidade de julgamentos sem este tempero, considerações sobre o livre arbítrio, os “acusadores celestais”, considerações sobre as diferenças dos juízos divinos e a grande severidade do homem, a lashón hará (“maledicência”) cria “divisões”, os clamores do rei David, se preocupando com a gueulah.

Sobre o tópico fundamental da retificação da fala, recomenda-se a série “Shmirát HaLashón“, o vídeo-shiur “A Redenção da Fala” entre outros.

tzedakah

PAPÉIS TROCADOS

O Rabino Avraham elucida as ambiguidades do papel masculino e feminino criadas na sociedade secular e os seus resultados negativos, bem como os ideais de relacionamento dos patriarcas e matriarcas.

PALAVRAS CHAVES: a parashá Chaiyê Sarah, causas bíblicas do envelhecimento precoce, Sarah honrou Avraham, essências opostas: a relação entre o homem e a mulher, força ativa/masculina e receptiva/feminina, a paz é o ambiente ideal para ativação dos potenciais, o homem precisa trazer Torá para sua casa, disfunções do mundo secular: a perda dos papéis naturais, a mulher criando filhos receptivos à luz de Hashem, as corrupções das funções masculino-feminina levam às perversões sexuais, a problemática homossexual, a degeneração moral do mundo, leniências morais causadas pela falta de entendimento espiritual, o “despreparo” secular diante das questões espirituais/morais, a “modernidade” encobre as falhas de caráter, os profetas afirmaram estas degenerações como a “marca” antecedendo a era messiânica, a transfiguração da verdade, as misturas indevidas, a lei natural/espiritual de Hashem, a “fabricação” de ilusões, entendendo os princípios de cada coisa que existe, o grande trabalho de Avraham e Sarah, Yitschak: o primeiro judeu de nascimento, a relação equilibrada/arquétipa dos patriarcas e matriarcas, a importância do estudo de Torá em casal, o casal e os dois lados da mesma alma, os “frutos espirituais” da união do casal, se tornando um “sócio” de Hashem.

tzedakah