A PROIBIÇÃO DA IDOLATRIA PARA O MUNDO

Em dois shiurim fundamentais, o Rabino Avraham trata um dos assuntos principais da Torá: o grave engano da idolatria. O primeiro shiur estabelece as bases da Torá sobre a proibição de idolatria (ver palavras chaves abaixo). Um segundo shiur mais antigo e místico é incluído, tratando resumidamente o tema sobre a “idolatria inadvertida”. Como trazido nestas gravações, a intenção original do Rabino Avraham era de continuar estes shiurim com as leis relativas às proibições de idolatria. Esperamos que isso ainda ocorra em breve, se D-us quiser.

PALAVRAS CHAVES: o Rambam (“Maimônides”) e os conceitos básicos da idolatria (Hilchót Avodah Zarah), sociedades primitivas e o paganismo, o negar da realidade do Um D-us, origem histórica, avodah zarah: o trabalho espiritual “estranho” – fora dos limites permitidos, Enósh (Gênesis 4:26) e as práticas de adoração idólatra, os ensinamentos da Torá para prevenir os enganos da idolatria, os graves erros de fé: crença em intermediários, as funções naturais das criações de acordo com o desejo de Hashem, tudo na criação é sujeito a Hashem, idolatria são os erros de crença em outros poderes existentes no universo, causas egocentrismo, a “sedução” da idolatria, avodah zarah: o negar do monoteísmo puro, o orgulho e arrogância são equivalentes à idolatria (Talmud, Sotah 4b), ligação verdadeira com Hashem.

tzedakah

Um pensamento sobre “A PROIBIÇÃO DA IDOLATRIA PARA O MUNDO

  1. Shalom Rabino Avraham,

    Compreendo melhor hoje que a origem de toda idolatria deriva do egocentrismo do ser humano, a vontade de controlar todas as variáveis da vida e os resultados, pois assim muito anseiam por “livrarem-se” de D-us. Mas a medida que eu procuro me aproximar de D-us é clara a sensação de que somente Ele existe de fato, e é capaz de preencher a necessidade inata que todo ser humano tem de se ligar à origem de tudo.

    Como o senhor sempre ensina, a única forma de estar conectado com D-us é através da auto anulação, fazendo da própria vontade a vontade Dele. Hoje percebo como não existe outra forma de fazer isso que não seja através das ações concretas, as quais realmente impactam a realidade, vivendo da forma que a Torá prescreve, pois do contrário tudo não passaria de pensamentos e falas, que não produzem efeito real e não demonstram de verdade a sinceridade e intensidade do desejo por D-us.

    Hoje em dia tendemos a achar que a idolatria é coisa do passado e primitiva, mas muitos acabam por cultuar outros deuses inferiores modernos como o trabalho, o próprio corpo, o prazer ou qualquer outra sensação, mas como estes não são tão explícitos como eram os ídolos do passado ninguém se considera um idólatra.

    A Torá domestica o homem, e diz que ele deve dar tsedakah, não trabalhar no sábado, não se enraivecer, pois como ensinado, não seguir estas regras significa não aceitar que existe um Ser Supremo que a tudo comanda.

    Preciso meditar mais nesta questão, pois tenho tido alguma dificuldade em lidar com comentários nem sempre construtivos dos outros, ou algum comportamento que eu julgue não simpático ou educado. Por um lado as pessoas nem sempre têm as melhores intenções, mas por outro eu deveria não me afetar tão facilmente com os comentários dos outros, pois é sinal de que estou com orgulho alto ou pouco ligado com D-us. Mas assim como todas as demais falhas de caráter, as estou combatendo e a orientação do senhor tem sido fundamental. Retificar as midót é dolorido e cansativo, mas a satisfação de se acostumar a dizer não ao mal e sim ao bem compensa.

    Desejo saúde e felicidades ao senhor.

    Shabat Shalom e Shaná Tova, Moshe

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s