PRONTO PARA A CURA

Que as palavras deste shiur tragam Refuah Shleimah/Cura Completa para

Yitzchak Hersh ben Sarah Leah

Na oração de shacharit/manhã de 22 de Nissan de 5769 (parashat Shemini, yom chamishi), no Kriyat HaTorah/Leitura da Torá, o Reb Lipe fez um pedido na Torá para um Mi sheberách/Oração de cura para mim. Incrivelmente, imediatamente eu me senti melhor. E por que afinal não seria assim? Na época do Beit HaMikdash/Templo Sagrado, milagres ocorriam todo o tempo. A Shechina/Presença Divina estava tão próxima de nosso povo, que bastava o judeu rezar para Hashem, que um milagre poderia acontecer de imediato. E como explica o Shlach HaKadosh, “O homem foi criado b’tselem Elokim/na imagem de D-us, uma combinação do físico e do espiritual; as duas partes precisam trabalhar em conjunto… Libi uvsari leranenú el kEl chai, ‘Meu coração e todo a minha alma gritam em alegria para o D-us vivo’ [Tehilim 84:3]… O corpo da pessoa adquire vários graus de santidade de acordo com o cuidado tomado em selecionar o que ela come etc. [e neste Salmo vemos que] o corpo está alinhado com a alma” (parashat Shemini). Para um judeu que trabalha de fato para promover o alinhamento entre o seu aspecto físico e o espiritual de acordo com as halachót/leis da Torá, o seu coração se torna como o kodesh kodashim/sagrado dos sagrados, aonde a própria Shechina reside. Sendo assim, seu contato com Hashem é muito menos obstruído pela klipah/forças antagônicas à santidade, permitindo – se este estado de alinhamento é verdadeiro e no grau e nível particular da pessoa – “acesso” a algum grau superior do poder infinito e transcendental de Hashem na maneira em que este poder e luz são investidos no mundo, no Mikdash que é o seu corpo. E de fato, no kodesh kodashim, o local mais santo deste Mikdash, que é o seu coração. Veja, seu próprio coração é o portal da Shechina que tanto o vivifica como o permite ligar-se a Ela, pois a Shechina é a fagulha Divina que dá vida à alma. Portanto, diante da prece e desejo do indivíduo, e de sua real força e vigor para cumprir o avodat Hashem/serviço a D-us, como no caso de pedir refuah shleimah para alguma pessoa, imediatamente ele “toca” neste poder que então a cura, se D-us quiser. O mesmo é verdadeiro para outras bênçãos. Mas nada é tão íntimo e passivo de ser sentido de imediato do que o bem estar da luz de D-us se difundindo com maior vitalidade no corpo e alma da pessoa – uma verdadeira revelação Divina. E este dia foi especial, pois sendo o Sétimo dia da contagem do Ômer, a sefirá é Malchut sheb’Chessed, que significa o “recebimento da bondade”. Ou seja, neste dia descrito e tão propício, o “tema” é o do saber receber benevolências. E de fato, eu recebi a bondade de uma aspecto da cura, baruch Hashem/graças a D-us. Mais ainda, todas pessoas também podem e devem recebê-la, mas isso se estiverem prontas para a cura, a saber, alinhados com Hashem que é o Curador do mundo.

tzedakah

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s