FRUSTRANDO OS PERVERSOS

E está escrito: ועתה שבו נא בזה גם אתם הלילה Veatá shevú na vazê gám-atém ha-láila, “E agora, tu também ficai aqui, rogo-vos, esta noite” (Bamidbar 22:19, Balak). O comentarista Ráshi traz neste passúk/verso sobre o profeta profano Bila’am, na expressão gám-atém que: “Sua boca o tropeçou [ou seja, ele involuntariamente previu a sua queda]. ‘Tu também’ é destinado a ir embora com um espírito abatido, tal como os outros primeiros [ou seja, que vieram também a ti a mando do rei Balak, pedindo sua intervenção para amaldiçoar o povo de Israel]”. O Zohar na parashá Chukat diz que, quando uma pessoa fala algo que não diria “normalmente”, isto é por que houve de fato um decreto celestial que agora será assim e então realizado no mundo, ou em sua vida. Vemos que o “deslize” da fala de Bila’am foi um din/juízo para rebaixá-lo. Veja: a guemátria atbash de gam-atém é 621. O Ari”zal explica que: “Z’eir Anpin possui todos os três álefs, significando três tipos completos de luz, ou seja, três vezes o valor numérico da palavra ór [‘luz’] 207, o valor de kéter [620 mais o kolel]. Isto indica que kéter de Z’eir Anpin está completo” (Sefer HaLikutim, Ki Tazria). E como é sabido, quando a luz de chéssed/bondade (que provém de Ima que é binah, assim como uma “inspiração”) chega ao nível do kéter de Z’eir Anpin, o desejo é influenciado (o Ari”zal, Ta’amei HaMitsvot, Beha’alotecha). Assim eu entendo que o “tropeço” da fala de Bila’am foi produto da influência celestial que bondosamente protegeu de mais esta maneira o povo de Israel e o mundo, rebaixando este rashá/perverso. O seu desejo natural foi alterado, fazendo-o afirmar algo distinto e que seria revelado e assim feito: mais uma de suas quedas. De fato, a mudança de desejo foi uma elevação, a saber, seu desejo foi amadurecido, pois a influência veio do chéssed celestial. O fluxo de energia positiva enraizado na kedusha/santidade modifica as emoções (Z’eir Anpin), amadurecendo-as (ou seja, quanto mais elevado a pessoa é, tanto mais ela é amadurecida psicologicamente/emocionalmente). Em um reto ou mesmo em uma pessoa comum, esta luz ergue a pessoa nos insights (o grau de chochmah) e desenvolvimento intelectual (binah). No rashá, este fluxo diminui seus atributos negativos, fazendo-o errar nos seus julgamentos. Ele é influenciado a “tropeçar” nos seus planos: Hashem hefir atsat goyim heni machshevot amim, “D-us frustra o projeto das nações e anula os intentos dos povos” (Tehilim 33:10) e “Ele confunde seus pensamentos profundos para que eles não possam reger e não permanecerem no mundo” (Zohar 199b, Balak). Aprenda isso bem.

tzedakah

3 pensamentos sobre “FRUSTRANDO OS PERVERSOS

  1. Shalom, rabino Avraham,

    Uma lição densa, preciosa e recheada de entrelinhas, assim entendo no meu diminuto entendimento.

    Entretanto, estamos admoestados a aprender isso bem e, respeitosamente, acrescento que temos que aprender rapidamente.

    Enfim, que D-us nos livre diariamente dos perversos (principalmente daqueles que detêm poder na estrutura secular).

    Shalom! Tudo de bom.

    Gustavo de BH

  2. Mais um ensinamento precioso do Mestre. Em meu pequeno entendimento a providência Divina através do fluxo positivo, onde Hashem tudo provê para o bem, o que muda são os resultados de acordo com o tipo de pessoa: se reta, comum ou até um perverso, mas a finalidade é sempre para o bem, seja erguer os retos ou frustrar os perversos, Hashem sempre está no comando.

  3. Shalom rabino Avraham, com permissão do Sr, gostaria de expor mínimo entendimento sobre este texto.

    Mais uma vez fica absolutamente claro que o “olho que tudo vê” neste episodio esta retribuindo o engodo cometido por Bilam na passagem onde ele enganou o povo ao estruir as moabitas à seduzirem os soldados com intuito nefasto.
    Aqui Hashem mudou a intenção da fala dele para que fosse transformada em algo bom para o povo e rebaixamento ao perverso. Graças a D-us.

    Obrigado Mestre por nos esclarecer e admoestar para que entendamos de fato algo que acontece em nosso meio, nestes dias, assim entendo.

    Edson Bertoldo

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s