MEDIDA POR MEDIDA

E está escrito: ויהיו חיי שרה מאה שנה ועשרים שנה ושבע שנים שני חיי שרה Vayihyu chayei Sarah mea shana veesrim shana vesheva shanim shenei chayei Sarah, “E a vida de Sarah foram 127 anos; estes foram os anos de vida de Sarah” (Bereshit 23:1, Chaiyê Sarah). O Talmud (Sanhedrin 95a) relata algo extraordinário sobre o rei David e seu sobrinho Avishái. Em certo momento, ambos estiveram envolvidos numa luta feroz contra o gigante Yishbi B’Nóv, irmão do infame Golias. E eu recebi que a morte deste gigante perverso que muito tentou abater David (assim como seu irmão Golias tinha feito no passado, em II Samuel 22), foi um tikún/retificação para a morte da matriarca Sarah. Veja, neste trecho do Talmud é relatado que David e Avishái perceberam que mesmo juntos, não teriam forças para abater este gigante do mal. Existem vários detalhes extraordinários desta passagem (incluindo o uso de Shemót Kodashím/Nomes Santos para alterar a realidade por David HaMélech/rei David), mas que aqui não os citarei. Enfim, eles tentaram uma nova tática para matar o malvado: Eles disseram a Yishbi B’Nóv: “Vá e encontre a sua mãe Orpah na cova, pois nós a matamos!”. Quando eles mencionaram o nome de sua mãe e disseram que a haviam abatido, a força do gigante se esvaiu por completo e aí então eles o mataram. Agora, o Midrash revela a conhecida passagem que o Satán visitou Sarah enquanto Avraham e Yitschak estavam no Monte Moriyah para o Akedat Yitschak/Sacrifício de Isaac. E ao ouvir a notícia pelo Satán que a mando de Hashem, Avraham ia sacrificar Yitzchak como um corbán/oferenda, “A sua alma voou e ela faleceu” (Ráshi no Bereshit 23:1; Pirkê de Rabi Eliezar etc.) . “Aparentemente”, o lado do mal prevaleceu aqui, que D-us nunca permita, pois o estresse causado na santa mãe do patriarca Yitschak a abateu. Mas, de certo o lado do bem prevaleceu, fazendo um tikún, pois o estresse causado no gigante pela notícia do falecimento de sua mãe permitiu que este grande agente do mal fosse agora aniquilado, midá kenégued midá/medida por medida. Mais ainda, os Sábios da Torá explicam que שני חיי שרה shenei chayei Sarah, “estes foram os anos de vida de Sarah” significa que “Todos eles foram igualmente bons” (Ráshi no Bereshit 23:1). Ela viveu plenamente, e quando seu tempo terminou nada faltava para ela completar a sua missão no mundo. Foi tudo perfeito, assim como vemos na dica da guemátria atbash de shenei chayei Sarah sendo 286. E este valor numérico é igual a guemátria do Tetragrama/YKVK (guemátria 26) vezes 11. E o valor numérico 11 é a guemátria da palavra טב tóv, “bom” (escrito sem o Vav). Portanto, como a multiplicação significa psicologicamente o “fortalecimento em estágios”, vemos então que a cada estágio da vida de Sarah, tudo foi bom (26 x 11 = 286). Do início ao fim, sua vida foi abençoada. Veja, o sofêi tevót/letras finais de חיי שרה chaiyê Sarah, “vida de Sarah” são as duas letras yud e hei, que formam o Nome Divino Kah/D-us. Verdadeiramente, tudo segue sempre de acordo com o Plano Divino.

tzedakah

4 pensamentos sobre “MEDIDA POR MEDIDA

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s