A EVOLUÇÃO DIVINA

ל”ג בעומר Lag Ba’Ômer, o grande dia do recebimento da Cabalá há 2.000 atrás, é uma expressão com guemátria 351. Este valor numérico é o valor/número triangular de 26, sendo que o valor triangular é a soma de cada número inteiro de 1 a 26, ou calculado pela fórmula (n² + n)/2. Os número triangulares exibem qualidades “evolucionárias”. Como exemplo, o verso que inicia a Torá, בראשית ברא אלקים את השמים ואת הארץ “No início D-us criou o céu e a terra” (Bereshit 1:1) contém 7 palavras, num total de 28 letras. E o valor triangular de 7 é 28 = (7² + 7)/2. Deste modo, ilustra-se a relação evolucionária entre o Criador e a criação. Vemos então que a guemátria de Lag Ba’Ômer (351) representa a evolução da Sabedoria Divina da Cabalá disseminada neste novo estágio do mundo pelo Rabi Shimon Bar Yochai, sendo que 26 é a guemátria do Tetragrama (YKVK), ou Hashem.

tzedakah