NASSÔ 1 & 2

AULA 1

PALAVRAS CHAVES:  sotah, espírito de ciúmes, pureza sexual, Yossêf HaTsadik, Yesód, zelo.

 

AULA 2

PALAVRAS CHAVES:  nazír, cabelos, opshernish, vinho, impureza, tikun, barba, Kéter, alma, consciência.

tzedakah

Um pensamento sobre “NASSÔ 1 & 2

  1. Shalom Rabino Avraham,

    Ao ouvir uma aula destas fica claro o papel central que a sexualidade exerce no judaísmo, pois é através da união íntima que será trazida uma nova alma ao mundo, e devido ao forte desejo de união, sejam nos níveis entre o homem e D-us, homem e mulher, a Presença Divina e o mundo, o uso desta energia tem que ser muito bem codificada na Torá, através das halachót, para que não se degenere.

    O judaísmo dá significado à todos os eventos que acontecem na vida e no mundo, enquanto que para a ciência e os seculares o ato sexual pode ser apenas uma mera expressão de desejo, ou um resultado dos hormônios, a Torá revela muito mais, envolvendo vários níveis de entendimento e correlações. Acho que aqui vale aquele ensinamento o qual diz que tudo que existe em baixo tem uma contrapartida em cima, as correlações ensinadas pelo Arizal através da união conjugal revelam os segredos mais abstratos e íntimos de D-us e seu relacionamento com nosso mundo.

    No nível literal, entendi o quão é danoso um comportamento libertino, que ao desarrumar os relacionamentos entre homens e mulheres aqui em baixo , “desarrumam” os mundos superiores, e afasta a Shechiná. Como ensinado também, por isso é dito que o maior teste da vida é o de natureza sexual, pois é talvez a mais poderosa energia , uma energia criativa. O fato de a Cabalá associar diretamente o atributo de Yessod ao Tsadik (Yossef), mostra a centralidade deste comportamento no permitir saudável do fluxo de bençãos para o homem, o casal e o mundo.

    Como ensinado, a palavra ciúmes está associada a zêlo, só se tem zêlo pelo que se ama, e isto mostra que a arma principal para vencer este difícil teste é lutar pelo desenvolvimento e cultivo do amor por D-us, e por sua vez vencendo este teste a pessoa será merecedora de ter o séchel fecundado pela sabedoria divina, que reforçará o desejo por D-us, e se cada um fizer isto a desordem no mundo diminuirá e permitirá a vinda de Mashiach.

    Creio que tudo isso explique o porquê do ensinamento de que enquanto uma pessoa não se retifica sexualmente tudo o que ela faz de bom em mistvót vai para a sitra achrá, pois se alguém não tem zêlo por D-us e não sente ciúmes dele, também não se furtará em trai-lo com qualquer outra coisa, e seus frutos serão portanto dados de presente para o lado do mal.

    Mas apesar de todos estes ensinamentos ainda assim é tão difícil a maioria da humanidade ter um comportamento retificado, mesmo supondo que tivessem acesso a estes ensinamentos, pois a grande maioria de nós já nasceu absorvendo toda sorte de influências, e como ensinado na aula, por este motivo Rabi Yochanan ben Zacai aboliu o ritual de sotá, pois já não era mais passível de ser interiorizado e ter eficácia sobre o comportamentos das pessoas. Mas eu creio que com a luz da Cabalá que reluz a séculos e cada vez mais forte através de pouquíssimos aptos a exporem estes ensinamentos como o senhor faz, então nestes tempos chamados de os “calcanhares de Mashiach”, através do esclarecimento e inspiração provenientes desta luz talvez sejamos capazes de recuperar o verdadeiro ciúme de D-us.

    Desejo saúde e felicidades ao senhor.

    Shabat Shalom, Moshe

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s