KI TISSÁ

PALAVRAS CHAVES: O pecado de Adam, o Tikún (“retificação”), Adam e a original do da ansiedade e a falta paciência, despreparados arrogantes “querem” estudar Cabalá, falta de discernimento em tudo, o “recebimento” prematuro, a experiência humana da “troca”, o adulterar da mente, a contração da consciência e os pensamentos negativos/estranhos, avodah zarah (“idolatria”), a ietsêr hará (“má inclinação”), Adam “furou” a separação do domínio do mal que existia externamente ao mundo, as vontades dos homens misturam o bom com o ruim, o distanciamento de D-us pela ietsêr hará, o domínio da ietsêr hará, fazer o bem de fato, a tumah/impureza e a morte, a aproximação da morte através dos erros, a vitalidade do lado negativo (sítra áchra), o agente do mal, o “médico” da Torá e a cura, karêt/corte espiritual, atos positivos “adoçam” os juízos celestiais, a tsedacá salva da morte, atos de bondade (guemilút chassadím), somos “crianças rebeldes”, a vinda de Mashiach.

tzedakah