ASSUNTOS INCLUÍDOS NA PROIBIÇÃO DE LASHÓN HARÁ – PARTE 7

7. Depreciando uma pessoa por sua falta de alguma qualidade a qual qualquer pessoa deseja possuir.

Sobre as habilidades (Chafêts Chaím, Vol. I, 5:4):

  • Um indivíduo não pode dizer que outra pessoa não é habilidosa no seu trabalho.

Fazer isso pode causar perda real para a pessoa, pois como resultado outros indivíduos podem relutar em contratá-la.

Sobre os bens (Chafêts Chaím, Vol. I, 5:7):

  • Uma pessoa não pode falar de modo depreciativo sobre os bens que outra pessoa vende.

Por exemplo, uma pessoa não pode dizer que os bens vendidos por um lojista são inferiores porque ao fazer isso é possível causar-lhe perda substancial. Este tipo de fala é muito comum entre competidores etc.

Comentário do Rabino Avraham: Sobre as habilidades, cada pessoa vem ao mundo com virtudes e defeitos específicos e singulares, que se combinam em sua vida e que são o meio exato pelo qual a pessoa deve aproveitar a chance de sua vida para se retificar. Antes da alma descer para o mundo físico, a ela é revelada todas as habilidades e deficiências que terá na vida terrestre. No domínio superior, a alma tem a oportunidade de aceitar ou negar a sua missão. Isto é assim, pois Hashem é o Daiyán HaEmêt/Juiz da Verdade, e tudo vem ao mundo pelo din/juízo perfeito d’Ele. Veja: um sábio não pode se orgulhar de sua facilidade em ter sabedoria, porque esta é uma virtude natural sua. Assim como um homem forte vem ao mundo com força maior do que outros, mas de fato isso é apenas natural a ele etc. Agora, sobre os bens vendidos, aqui vivemos no olám ha-shéker/o mundo da mentira. Algo pode “parecer” superficialmente melhor, mas sua raiz espiritual ser bem inferior. Existem incontáveis exemplos disso. Evidentemente que nos assuntos materiais é preciso sim estar atento sobre a qualidade e honestidade dos produtos e quem os vendem. Não se deve “prestigiar” locais idólatras (em particular próximo às datas que celebram as entidades idolatradas por estes indivíduos), imorais e corruptos, lá “comprando e frequentando”, pois o dinheiro certamente será usado para perpetuar estes desvios nefastas (e tão comuns na sociedade secular pagã e idólatra) e assim escurecer o mundo, que D-us tenha misericórdia. Aliás, din é a raiz da palavra “dinheiro”, significando que a maneira como a pessoa gasta seu dinheiro é contabilizada no “livro” do seu registro de vida para assim ser julgado no tempo certo. Enfim, nunca se deve causar dano a alguém como ensinado sobre a lashón hará, pois este é o caminho dos perversos. As exceções sobre este assunto serão tratadas aqui oportunamente, se D-us quiser.

tzedakah

3 pensamentos sobre “ASSUNTOS INCLUÍDOS NA PROIBIÇÃO DE LASHÓN HARÁ – PARTE 7

  1. Shalom, rabino Avraham,

    Obrigado por estes ensinamentos que nos incentiva a sermos modestos e sábios no falar.

    Tudo de bom.

    Gustavo de BH

  2. Shalom, Mestre

    Agradeço a D- us por nós conceder está maravilhosa oportunidade de aprender com o Mestre todos esses grandiosos ensinamentos.
    Obrigada
    Tudo de bom,
    Wiviane Morgado

  3. Shalom estimado Mestre Rabino Avraham,

    Agradeço á D-us e ao Sr. por esses ensinos tão vitais sobre os cuidados com a fala. Essa sétima parte do estudo me tocou bastante sobre o cuidado que se deve ter no mundo dos negócios, no cuidado para não depreciar qualquer pessoa sobre alguma falta de habilidade dela no trabalho, pois essas transgressões infelizmente são muito comuns num mundo onde o espírito da competição e da concorrência desleal é muito forte, que D-us permita que haja a retificação da fala através deste estudo tão rico em detalhes muito sérios e vitais para o crescimento em retidão. Tudo de bom ao Sr. caro Mestre.

    Respeitosamente, Emerson

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s