4 pensamentos sobre “CHAIYÊ SARAH: “TESTES E MAIS TESTES”

  1. Shalom Rabino Avraham e leitores deste manancial de ensinamentos da santa Torá.

    Compreendo que nesta preciosa aula o senhor revela a monumental devoção do Patriarca Avraham. É dito que sua auto abnegação durante o sacrifício de Yitzchak foi ainda mais longe, momento em que a esposa Sarah falece ao ser enganada pelo samech mem (o que poderia levar o Patriarca a se arrepender pela mitzva do sacrifício), mas que mesmo assim se manteve integro, sem sentimento de culpa ou questionamentos, e sim aceitando com temor e amor os julgamentos de Hashem.

    Então compreendo como é possível integrar em nossas vidas esta grande lição de ética e moral. Pois jamais podemos nos arrepender de algum sacrifício que fazemos conforme o desígnio Divino. Ao mesmo tempo, penso que é também um aviso para que estejamos preparados para enfrentar possíveis confrontos que venham a surgir mesmo diante de um ato digno que fizemos, pois explica o rabino que durante nosso caminho para retidão, haverá sempre mais e mais obstáculos, “testes e mais testes”.

    Obrigado por tudo rabino Avraham, graças aos ensinamentos da Torá que o senhor traz para este nível de compreensão, esta sendo possíveis cumprir as sete Leis de Noah conforme idealizado na obra deste portal.

    Edson Bertoldo

  2. Shalom caro Rabino Avraham e amigos do Beit Arizal.
    Peço a licença de todos para um breve comentário do presente shiur:

    Nas minhas lutas diárias já enfrentei certos testes, como ao dedicar tempo de manhã para rezar e estudar um pouco de Torá e depois ao chegar ao trabalho ficava sabendo que se eu tivesse chegado alguns minutos mais cedo teria feito um negócio bem lucrativo. Obviamente nessas horas as forças do mal estão prontas para sugerir pensamentos e sentimentos de arrependimento, mas graças á D-us esses ensinos iluminados do Mestre tem me ajudado a não me incomodar com esse tipo de evento aparentemente negativo, pois tudo é para o bem e como o Mestre sempre fala, não há mal algum que venha dos Céus, graças á D-us.

    Sou grato á D-us por entender que não existem férias da Torá para quem busca crescer em retidão e a cada novo dia é uma nova batalha, pois as forças negativas também não tiram férias e é fundamental muita perseverança para superar testes e mais testes. Percebo que os testes são fundamentais para me ajudar a sair do comodismo, da mesmice, da mediocridade e de toda espécie de baixeza para que eu aprenda clamar á D-us e confiar n’Ele acima de tudo, por isso os testes são Hashém Ele mesmo como diz o Mestre. Graças á D-us pelo exemplo perfeito deixado pelo Patriarca Avraham e pela maneira iluminada como esse assunto foi trazido nesse shiur, Shalom e tudo de bom á todos.

    Respeitosamente, Emerson

  3. Shalom Rabino Avraham e amigos estudantes de Torá. Permita-me fazer um breve comentário acerca desta aula tão importante.

    Nesta aula, o Rabino nos traz o episódio do falecimento da matriarca Sarah, que ocorreu quando ela soube da notícia que seu marido Avraham iria sacrificar seu único filho. É dito que, após este evento, Avraham teria sido testado no sentido de que, se teria valido a pena ter feito a Mitsvá do akeidá de Itschak e sua esposa ter falecido por supostamente ter sabido do ocorrido. Mas ele, em momento algum se arrependeu de ter cumprido a Mitsvá e sabia que o Decreto do falecimento de sua esposa por Hashem não tinha nenhuma relação com o fato dela ter sabido do episódio do sacrifício. Além disso, logo após o falecimento de sua esposa, Avraham enviou seu filho Itschak para estudar Torah em uma Yeshivá.

    O Rabino nos explica deste episódio, o quão importante é a pessoa nunca se arrepender de uma Mitsvá cumprida, pois certamente pode-se perder o mérito e o efeito de ter cumprido aquela Mitsvá.

    Outro ponto importante é que, o crescimento espiritual sempre deve ser obtido com o estudo de Torá e o cumprimento das Mitsvot constantemente, isto é, sem interrupções, a despeito de qualquer dificuldade ou eventos que ocorrem em nossas vidas, pois temos que estar preparados para passar nos testes e mais testes que Hashem, Ele mesmo, nos apresenta, para que cresçamos espiritualmente. E, certamente como o Mestre nos diz: “Os justos, os retos, não têm descanso. Nem neste mundo nem no mundo vindouro”. Portanto não podemos tirar “férias de estudo de Torá”, ele deve ser mantido com disciplina e amor no coração ao fazê-lo, pois no trabalho espiritual ou a pessoa está crescendo ou diminuindo, não existe “estabilidade espiritual”e os testes virão certamente.

    Agradeço ao Rabino Avraham pela oportunidade de aprender Torá de maneira prática e verdadeira. Que D-us abençoe o Sr. e família sempre.
    Tudo de bom.

    Respeitosamente,

    Robson Cleber Garcia da Silva

  4. Shalom Rabino Avraham e amigos. Peço permissão para publicar um humilde comentário acerca da presente aula.

    Esta é uma aula do Rabino Avraham que nos traz encorajamento para seguirmos em nossa caminhada de retificação, face os testes que enfrentamos constantemente para tal empreitada.

    É importante aprender com o Mestre que, estes gigantes espirituais: Avraham, Yitzchac e Sarah passaram por testes tão impressionantes como relata a Torá; no episódio em que Sarah fica sabendo sobre o sacrifício de seu filho por seu marido e parte deste mundo. O teste enorme de Avraham após ter passado pelo episódio que envolvia seu filho em um sacrifício e depois perde sua querida esposa. Tudo isso nos faz refletir e e tomar consciência sobre várias coisas.

    Uma delas é que os testes são trazidos por Hashem. Estes testes muitas vezes abalam as estruturas emocionais de que quem vai passar por eles, pois são situações que podem envolver pessoas que nos são valorosas e trazem um dilema em que temos que fazer uma escolha difícil. Mais ainda, mesmo após ter passado pelos testes, as escolhas podem ser “checadas” e aí se demanda fé e firmeza porque podem surgir dúvidas caso não se esteja alicerçado na Emunah, na confiança em Hashem, Sua Palavra e Suas ordenanças. Além disso, o homem sempre está diante da fragilidade material em que é inserido, ou seja, à limitação do aferimento do mundo por seus sentidos e pelos sentimentos de ligação com os demais envolvidos nos testes.

    Os testes são necessários para o crescimento espiritual da pessoa; somente passando por eles e muitas vezes confirmando a sua aprovação é que o ser humano poderá conseguir subir o degrau da sua possível ascensão espiritual. O Mestre nos ensina sempre que, uma vida contínua na retidão, estudo de Torá, prática de boas ações e das Mitzvot com consistência, é que pode ajudar àqueles que serão provados.

    Agradeço imensamente ao Rabino Avraham por todo este ensinamento importante para nossa vida espiritual e rogo a Hashem que nos fortaleça em cada teste que viermos a passar nessa jornada.

    Shalom e tudo de bom.

    Respeitosamente,

    Robson Cleber Garcia da Silva

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s