ESPÍRITO GROSSEIRO

O Zohar nesta parashá diz: “Aprendemos que todo aquele que descende até אבדון Avadón, o local [no Guehinom/Inferno] chamado de ‘o fundo’, nunca mais sobe novamente. E este homem é chamado de ‘o homem que foi destruído e perdeu todos os mundos’. E aprendemos que para este lugar terrível são baixados aqueles homens que desprezam dizer Amém [após ouvirem uma brachá/bênção]. Enfim, tal homem é punido no Guehinom pelos tantos Améns que eles perdeu, os quais ele não considerou, e ele é então baixado para o compartimento mais inferior, que não tem abertura alguma. E ele é perdido para nunca mais se erguer de lá” (286a, Vayêlech). Saiba que estes ímpios são ligados somente באדון ba’Adón, um tseruf/permutação de Avadón, significando ‘com o senhor’, a saber, o Satán. Agora, eu calculei e vi que a guemátria de Avadón (alef-bet-dálet-vav-nun, ou 1+2+4+6+50 = 63) é igual a 63 (sámech-guimel, 60+3). Agora, é o gas ruach (“espírito grosseiro”) do indivíduo que faz ele desprezar Hashem e Sua Torá, portanto o fundamental ato de testemunho que é dizer Amém para uma brachá. E o Zohar é sobre isso tão contundente que podemos inferir que negar dizer Amém para uma brachá é a quintessência do espírito baixo de um orgulhoso. Daí sua punição ser tão severa. E veja: o (único) tseruf de sag é gas; e a guemátria albam de Avadón mais um do kolel é igual a 214, a mesma guemátria de ruach (rêish-vav-chet = 200 + 6 + 8 = 214). Avadón é sim o lugar dos que têm um gas ruach.

tzedakah

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s