YOM KIPUR

Um shiur do Rabino Avraham sobre a festa de Yom Kipur e as leis da teshuva.

PALAVRAS CHAVES: As halachót (“leis”) de Teshuvá (“retorno e arrependimento”), necessidade da confissão verbal dos pecados em Yom Kipur, arrependimento dos pecados, a realidade é imbuída com a possibilidade da teshuvá, consciência da capacidade de retificação existente na realidade, teshuvá por amor a D-us transforma as manchas espirituais em méritos, nem todos os pecados são expiados em Yom Kipur, níveis de expiação, a grave punição celestial (só para os judeus) de Karêt (“corte” do Bnêi Israel, o “Povo de Israel”), o constante escrutínio do Beit Din shel Ma’alah (“Tribunal Celestial”), o gravíssimo pecado de Chilúl Hashém (“profanação do Nome de D-us”), a teshuvá completa, o ba’al teshuvá (“mestre do retorno”), teshuvá em idade mais avançada, a importância da resolução da teshuvá no coração, contato com Hashém, a tsedacá (contribuição a alguém digno que precisa, em geral, de modo financeiro), afastamento das fontes de transgressões, a família “antiga” do ba’al teshuvá, o uso do “poder da fala”, “Lech Lechá” (Gênesis 12:1): “saia da casa de seus pais”, o recebimento do “jugo” Divino, pedir perdão para os homens, Yom Kipur é tempo de teshuvá

tzedakah

AVISO: COMENTÁRIOS NÃO SERÃO RESPONDIDOS

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s