VOCÊ É UM AVATAR!

Neste grande shiur, o Rabino Avraham Chachamovits trata da ideia que se tornou hoje em dia popular, chamada de “Avatar”. Entretanto, este assunto é na verdade algo trazido pela Torá extensamente, pois representa o princípio fundamental de “infundir” todo elemento da Criação com uma força interior que transcende a sua própria posição dentro da hierarquia universal. Assim, como o corpo, que é feito de matéria, mas que ser investido por uma alma, se torna um elemento da Criação de importância superior para o desenvolvimento do plano Divino para todo o mundo. Esta aula vanguardista explica em detalhes o conceito judaico de Hitlabshút (“investimento espiritual”), e como esta dinâmica é presente em toda a arquitetura espiritual dos olamót (“mundos espirituais”), permitindo inclusive que hajam contatos espirituais inter-dimensionais.

Em aulas como “Redenção Quântica” e “Universo bem escuro“, o Rabino Avraham revelou a Torá na ciência: trazendo entendimento profundos de cosmologia e física quântica que se convergem na Torá. Nesta aula, ele traz a ciência na Torá, revelando assuntos místicos sobre a natureza da realidade. Realmente, uma aula que precisa ser vivenciada e permitida de influenciar o ouvinte com a intenção do desenvolver seu espanto a D-us e o alinhamento verdadeiro às Suas leis. É somente este processo de transformação interior pessoal que levará o mundo a uma nova era, quando o único e verdadeiro Mashiach “investirá” o mundo com uma luz de entendimento sobre D-us, amém.

Gravado em 21 de Iyar 5770 (04/05/2010)

tzedakah

2 pensamentos sobre “VOCÊ É UM AVATAR!

  1. Shalom Rabino Avraham Chachamovits! Permita-me Mestre realizar um breve comentário sobre o shiur “Você é um Avatar”.

    Convido a todos a assistirem este shiur. Trata-se de uma obra recheada com aspectos místicos da Torá. Em um primeiro momento o incauto poderá, ao se deparar com o título, imaginar que simplesmente se refere à um filme de Hollywood de anos atrás, entretanto é infinitamente mais do que isso. A referência ao título do filme é legitima e abordada ao longo do shiur mas no decorrer da aula o aluno perceberá que a conexão com temas profundos, temas esses que à séculos são abordados na Cabalá, se conectam de forma perfeita

    Na oportunidade o aluno poderá compreender assuntos profundos como o hitlabshút, o investimento espiritual, e de como até mesmo Hashem utiliza de tal recurso de uma maneira constante para sua manifestação no mundo. As revelações presentes nesta aula são capazes de causar espanto em qualquer aluno e incentivar de tal modo o temor a Hashem.

    Aqueles que já tiveram contato com o filme (que inclusive ao que tudo indica tende a ser relançado) e também já ouviram o shiur “A verdade sobre a Astrologia” terão uma percepção ampliada ao ouvir a aula.

    É este o meu breve comentário. Agradeço a oportunidade Mestre.
    Tudo de bom!
    Davi Niemann Ottoni

  2. Shalom, rabino!
    Obrigado por esse shiur.
    É um privilégio aprender com o senhor aspectos tão santos e profundos entrelaçados com o aqui e o agora dessa realidade brutal (nos dois sentidos da palavra).
    A revelação de como Hashem investe em nomes específicos de forma oblíqua (onipresente) na realidade, em seus diversos aspectos, é essencial para o entendimento da realidade e o foco sobre a compreensão da criação.
    Afinal, a criação não seria fruto da dinâmica evolucional, mas interrelacional. Assim, se algo investe em algo temos que a criação se dá no nível das relações (camadas) em diversos níveis e graus e, inclusive, de realidades.
    Noutras palavras, o Nome inefável do Tetragrama investiria em outros Nomes Santos nas múltiplas realidades; ou seja, do nível mais elevado para outro com fins mais específicos.
    O que chama a atenção é que esse investimento também ocorre entre alma e corpo. Ou seja, a imagem e semelhança do Nome Santo e Sua criação tem-se algo que acontece na realidade pessoal. Realmente impressionante! Afinal, cada elemento da criação tem uma força interior, que vem do alto.
    Interessante que esse investir na realidade traz em si aspectos de juízos específicos. Daí o Nome específico que conecta o nível da natureza e dos juízos, determinações e limites. Isto é, conceitos que se interconectam entre si e o próprio Criador dos mundos/dimensões. Todavia, como ensina o mestre, para cada criatura é apresentado esse juízo. E, peço licença para acrescentar por mim – pela graça e misericórdia do Criador – também é dada a oportunidade de decisão para cada ser, a saber, o exercício do arbítrio.
    Não se pode deixar de destacar a explicação do “façamos” o homem. Expressão que é tão mal interpretada e deu origem a tantas heregias politeístas etc., que D-us nos livre. O mestre nos revela que a “descida” da alma implica na passagem por vários mundos/Olamot e cada qual – com suas leis e limitações – vai investindo/revestindo/vestindo a alma com camadas próprias.
    Numa linguagem poética, a alma seria como a rosa que é “vestida” por diversas pétalas, cada qual perfazendo uma camada. E essa rosa/alma aguarda ansiosa a era do único e verdadeiro Mashiach para seu pleno desabrochar, que seja muito em breve em nossos dias.
    Amém.
    Obrigado novamente por esta aula.
    Shalom!
    Gustavo

Deixe uma resposta para Gustavo Pamplona Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s