SEGREDOS DA CRIAÇÃO 1

Neste shiur (de 10 anos atrás) o Rabino Avraham Chachamovits trata de maneira lúcida e profunda a tensão (apenas) aparente que existe entre a sabedoria Divina da Torá e os assuntos da ciência secular. A aula segue iluminando o assunto dos “Ciclos Sabáticos” (shmitót) e a idade do universo de acordo com a Torá. Através desta exploração singular de convergência entre a Torá e ciência moderna, novos entendimentos se revelam. A intenção desta obra complexa de Torá e Ciência – uma das áreas que o Rabino Avraham mais se dedica e inova – é de afirmar que a verdadeira síntese dos ensinamentos da Torá e da ciência ocorre quando o conhecimento científico é usado para explicar, sustentar e iluminar conceitos da Torá. Deste modo, a ciência contribui para a nossa habilidade de perceber a Divindade dentro do universo criado. Mais ainda, em última instância, a Cabalá e a ciência são interdependentes mesmo que ainda sejam vivenciadas separadamente. Em tempo, na medida em que a ciência amadurecer ao ponto de desejar se conectar com o pensamento Divino, o casamento destas duas perspectivas será realizado. Isto é previsto, pois no estágio completamente maduro da ciência ela reconhecerá a unificação total da estrutura do universo como sendo a própria assinatura de Hashem. E a Torá – em particular através de sua dimensão mística da Cabalá e Chassidut – é a chave para o reconhecimento desta assinatura, o que ocorrerá por completo com a aproximação da revelação do verdadeiro e único Mashiach, e que isso seja assim amém.

tzedakah

O PATRIARCA AVRAHAM

O Rabino Avraham traz neste shiur um enfoque original sobre a personalidade do patriarca Avraham (“Abraão): o pilar primeiro do Judaísmo. A aula trata através da Cabalá e dos Midrashim de assuntos e reflexões pouco conhecidas sobre este grande homem – um gigante de retidão. Uma aula extraordinária (e trazida com uma familiaridade “singular” do patriarca) para todos aqueles que desejam se inspirar no aperfeiçoamento de caráter e crescimento espiritual se preparando assim para a vinda do verdadeiro Mashiach.

PALAVRAS CHAVES: O patriarca Avraham foi um iconoclasta, ele não foi politicamente correto, e viveu na marginal do pensamento popular. Ele representa a força contrária à mediocridade, trabalhando sem se preocupar em ser reconhecido. Ele não criou o monoteísmo uma vez que ele de fato trouxe uma herança que já existia desde Adam, quem a recebeu de um livro sobre as verdades espirituais. E Adam depois deu este livro e informações ao seu sucesso espiritual: Chanóch, Chanóch não morreu e foi “traduzido” para fora da realidade física. Depois Nôach recebeu este livro. Avraham vivia em Ur na Caldéia, um local de idolatria e magias. E ele conheceu a Hashem através de sua própria exegese, e Hashem desejou que Avraham fosse para o deserto. A função espiritual do deserto e o Chashmál. A quebra do yeshút (“orgulho”), bitúl (“autoanulação”), hassagát rúach hakódesh (“inspiração Divina”), o Ba’al Teshuvá segue o dérech Hashem (“caminho de D-us”), os Guêrim (“convertidos”), opiniões sobre judaísmo e o estudo real de Torá, idolatrias modernas, a “maquiagem” do lado do mal, o Sêfer Ietsirá, Avraham encontra Malkitsédek e o abençoa com a kohanút (“sacerdócio”),  o início da linhagem judaica.

tzedakah

RETIFICAÇÔES SEXUAIS

Apesar de tratar de assuntos eminentemente judaicos, este shiur do Rabino Avraham abrange também aspectos da vida noética, a saber, a necessidade vital de ganhar mais méritos, principalmente nos comportamentos sexuais. Com insights intensos trazidos em uma linguagem acessível, mas muito profunda, esta aula certamente contribuirá para o crescimento espiritual do ouvinte atento e que deseja verdadeiramente ser parte da solução dos problemas centrais do mundo, e não do problema.

PALAVRAS CHAVES: Deficiências de méritos dos noéticos, a proibição de Shabat para os não judeus, atos de bondade, retificações importantes sobre o expelir do sêmen em vão (“zêra levatalá”) para os noéticos também, as klipót e a desconexão da “fonte”, Mashiach reunirá todo o Povo de Israel em Israel, arquétipos espirituais, a idolatria é o distanciamento de Hashem, derivações da avodah zarah (“trabalho estranho”: idolatria), a primeira mitsvá da Torá: pru urvú (“crescei e multiplicai”), o alastrar da sociedade imoral secular, o livre arbítrio, a “conspiração” das forças negativas, o foco do mal no expelir do sêmen em vão.

(Nota da equipe: shiur recentemente recuperado, mas teve seu final encurtado devido a problemas técnicos).

tzedakah

A MURALHA

Uma aula contundente do Rabino Avraham sobre as dificuldades muito comuns dos judeus antes seculares, mas agora iniciantes no judaísmo, e mesmo inúmeros ba’alei teshuva mais “adiantados”, de crescerem verdadeiramente em Torá. Uma aula fundamental.

PALAVRAS CHAVES: Preparo para receber a consciência sobre o Divino, o tratamento inadequado da sabedoria, a consciência da sitra achra (“o outro lado”), “sucesso espiritual” e os três estágios do crescimento, o problema de se manter ligado às fontes impuras, misturas de fontes, perigos das ideias seculares, bloqueios da evolução espiritual, a necessidade de quebrar a casca/muralha que impede a revelação da alma do indivíduo, a forte resistência de “quebrar a muralha”, líderes falsos e ou imaturos, falta de coragem dos líderes, retificando o cerne do indivíduo, as “desculpas de sempre” que impedem o crescimento, degeneração espiritual devido às ações contrárias a Torá, como as klipót são vitalizadas (que D-us não permita), “o pecado jaz à espreita”, rebaixando as forças negativas, “adoçando” a realidade, o imperativo da transformação interior, parashá Emor, entendendo as nossas intenções, a humildade, o único e verdadeiro Mashiach terminará a retificação do mundo.

tzedakah

ALIENAÇÃO ESPIRITUAL

Nesta aula inovadora, o Rabino Avraham Chachamovits aborda aspectos relacionados, mas menos conhecidos, da Providência Divina e a convergência dos eventos do mundo na aproximação da Era Messiânica. O shiur se desenvolve através de explicações sobre a natureza do Mal e as ações negativas de Cain – arquétipos de “alienação espiritual”. E em particular, o Rabino Avraham trata da alienação causada pelos centros urbanos, e da necessidade de retorno e alinhamento com a Natureza para uma vida reta, bem como das profecias do Tanach sobre os eventos messiânicos. Além disso, o assunto dos “Anjos Caídos” ressurge e o Rabino Avraham mostra como a “agenda oculta” deles tem interesse na opressão do Povo de Israel. Certamente este shiur trará o ouvinte a um grau mais elevado de conexão com D-us e assim, de responsabilidade espiritual: a marca do tempo por vir do único e verdadeiro Mashiach, em breve.

Gravado em 9 de Nissan 5770 (23/03/2010)

tzedakah

PINTURA DE GUERRA

Nesta aula inusitada, o Rabino Avraham Chachamovits revela de modo explícito o tipo de raciocínio mais elevado que nos leva a meditar sobre as influências espirituais em todo e qualquer aspecto da nossa realidade, mas que frequentemente passam despercebidas. O Rabino Avraham explora o verso do Levítico 16:8 que introduz o elemento de Azazel – um dos “anjos caídos”. A essência do shiur trata da antiga guerra espiritual que permeou profundamente a nossa sociedade usando os poderosos armamentos como as tinturas e maquiagem. A aula procede ensinando sobre a Presença Divina (Shechina), a mulher e assuntos de kedusha (“santidade”). Uma aula muito profunda sobre a “tecnologia psicológica” trazida pelos anjos para a difusão e controle de sua agenda que não tem o homem como beneficiário.

Gravado em 2 de Nissan 5770 (16/03/2010)

tzedakah

EMUNAH

Em duas aulas profundas, intensas e muito místicas, o Rabino Avraham Chachamovits explora o assunto de Emunah (“Fé em D-us”). Entretanto, esta exploração é feita em níveis não “tradicionais” – uma das marcas do Rabino Avraham. A primeira aula investiga a problemática do modo racional não-judaico de fé e como isto é completamente estranho a Torá e a verdadeira ligação com Hashem. O grande exemplo trazido na aula é o de Yitró, o sogro de Moisés. Yitrô quem antes era um idólatra e conhecedor profundo de todas as idolatrias do mundo caminha na sua fé completa em Hashem. Primeiro ele nega sua origem idólatra, examina e derruba a sua visão racional sobre a fé e por fim e da maneira correta alcança a fé completa em D-us.

A segunda aula aborda aspectos profundos sobre os estágios de consciência bem como os comportamentos necessários para que a pessoa possa crescer em percepção sobre a verdade inquestionável que Hashem sublinha toda a realidade, pois “Toda a Sua glória preenche o mundo”. Também é examinado as “operações” da yêtser hará (“má inclinação”) que busca constantemente iludir o homem e separá-lo de D-us. Certamente, esta obra poderá muito acrescentar à visão e consciência de todo indivíduo que busca um caminho de fé crescente e ligação verdadeira com D-us, a função principal do homem em vida.

tzedakah